UOL

★ Blog Mais Legal UOL 2009

UOL

★ Blog Mais Legal UOL 2011

Link-me!




Histórico:

- 01/08/2014 a 31/08/2014
- 01/12/2013 a 31/12/2013
- 01/09/2012 a 30/09/2012
- 01/03/2012 a 31/03/2012
- 01/02/2012 a 29/02/2012
- 01/12/2011 a 31/12/2011
- 01/10/2011 a 31/10/2011
- 01/08/2011 a 31/08/2011
- 01/07/2011 a 31/07/2011
- 01/06/2011 a 30/06/2011
- 01/05/2011 a 31/05/2011
- 01/04/2011 a 30/04/2011
- 01/03/2011 a 31/03/2011
- 01/02/2011 a 28/02/2011
- 01/01/2011 a 31/01/2011
- 01/12/2010 a 31/12/2010
- 01/11/2010 a 30/11/2010
- 01/10/2010 a 31/10/2010
- 01/09/2010 a 30/09/2010
- 01/08/2010 a 31/08/2010
- 01/07/2010 a 31/07/2010
- 01/06/2010 a 30/06/2010
- 01/05/2010 a 31/05/2010
- 01/04/2010 a 30/04/2010
- 01/03/2010 a 31/03/2010
- 01/02/2010 a 28/02/2010
- 01/01/2010 a 31/01/2010
- 01/12/2009 a 31/12/2009
- 01/11/2009 a 30/11/2009
- 01/10/2009 a 31/10/2009
- 01/09/2009 a 30/09/2009
- 01/08/2009 a 31/08/2009
- 01/07/2009 a 31/07/2009
- 01/06/2009 a 30/06/2009
- 01/05/2009 a 31/05/2009
- 01/04/2009 a 30/04/2009
- 01/03/2009 a 31/03/2009
- 01/02/2009 a 28/02/2009
- 01/01/2009 a 31/01/2009
- 01/12/2008 a 31/12/2008
- 01/10/2008 a 31/10/2008
- 01/09/2008 a 30/09/2008
- 01/08/2008 a 31/08/2008
- 01/07/2008 a 31/07/2008



Outros sites:

- Ao pé da Pitangueira (INDICO!!)
- Trocando em miúdos... (INDICO!!!)
- Frescuras de Jujubah
- Ingryd's Blog
- Emilia Abreu Antigo
- Fc Cesar Cielo


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Código html:
Cristiny On Line



Tô ficando velha..

Estou me achando idosa ultimamente.. Além de não ter pique mais pra sair todos os fins de semana, virar noites em boate, ir em todos os shows e por aí vai, a cada dia que passa, mais evidências de que estou ficando velha me aparecem...

Eu tenho uma amiga que, na época de escola, andávamos muito juntas. Ela se chama Jéssica (não, não é a Gel de um post logo mais embaixo... é outra Jéssica!). Sempre tive o sonho de ser Nutricionista e ela, de seguir os passos da mãe e se tornar professora. Quando estávamos no primeiro ano do ensino médio, ela começou a fazer magistério também. Eu me lembro de chamá-la de doida, por ter que estudar de manhã e à noite, mas ela gostava. No fim do terceiro ano, nós duas prestamos vestibular para a Univale. Eu, como todos sabem, para a tão sonhada Nutrição e ela para... Engenharia Civil e Ambiental. É. Desde então, nós duas estudamos em nossos respectivos cursos e infelizmente, nos distanciamos demais. Porém, apesar dela fazer Engenharia, ela terminou o "magis" e com isso, pode trabalhar como professora de crianças.

Bom, na faculdade então me surgiu um trabalho na qual, eu e meu grupo, teríamos de ir em uma escolinha para fazer avaliação nutricional das criancinhas que nela estudam. Não me parecia um trabalho muito fácil até eu me lembrar que a Jéssica está atuando como professora em um instituto novo. E pra minha sorte maior, a diretora já foi minha professora no Imaculada. Pimba!! 

Logo perguntei pra Jéssica se eu poderia realizar este trabalho por lá e ela conversou com a Cleisse (diretora), que nos liberou.

Essa semana então fomos lá pesar e medir os pequenos e hoje, voltarei para dar uma palestra sobre alimentação saudável.

Enfim, depois de contar isso tudo, vejam só... parece que me formei no terceiro ano ontem! Me lembro de tudo como se fosse um passado não tão distante... Mas hoje, cá estou eu, preparando meus materiais para dar uma palestra como Nutricionista para os alunos da minha amiga de colégio, Jéssica!

Como se já não bastasse isso, vou citar outra evidência que envolve a mesma situação da escolinha.

Quando eu estava no 1º ano do ensino médio, eu tinha um professor de Sociologia de nome Maximiliano (ou apenas Max). A mulher dele estava grávida e todos nós sabíamos. Certo dia, eu tinha aula com ele e o cara não apareceu. Nem sequer mandou notícias para a escola. É, o filho nasceu. A partir daí, era comum ele chegar afobado na aula, porque o Ramsés (nome do bebê) tinha passado mal, ou até mesmo, ele começar a dar a aula com um cotonete na mão ("Eu estava limpando a orelhinha dele e esse cotonete veio parar do meu livro!", dizia ele).

Pois bem, ao pesar e medir as crianças, me aparece um baixinho parrudinho de nome Ramsés. Olhei pra Jéssica como quem diz 'esse nome não me é estranho', e ela me confirmou que era o filho do Max. ELE TÁ ENORME! Me senti muito velha nessa hora. rs

Ou o meu passado que não saiu de mim ainda e eu tô achando que ele ainda é presente, ou o tempo tá passando rápido demais e não estou conseguindo me situar!

Mas quer saber? Tô gostando! rs.

Agora deixa eu ir, porque tenho que terminar de arrumar meus materiais para ensinar como se alimentar adequadamente para o Ramsés e seus colegas.

À esquerda, eu e Jéssica na época de escola. À direita, eu, meu grupo e a turminha da professora Jéssica rs.

Beijos, M.E.



- Postado por: Emy =) às 10h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________